Clube do Técnico | O perigo ao usar o celular carregando!

O perigo ao usar o celular carregando!

 

O perigo ao usar o celular carregando!

O superaquecimento do aparelho é o principal problema ao manuseá-lo durante o carregamento da bateria, especialmente em celulares com as opções de carga "rápida" ou "turbo", devido à grande quantidade de energia e volts utilizadas na ação, toda bateria processo de Recarga possui um sistema de flutuação ou seja quando a carga atinge nível máximo, o sistema deixa de carregar o carregador, mas caso esse sistema falhe a bateria recebe cargas altas sujeito a bateria não suportar e vir a explodir

— O celular está esquentando porque está carregando e daí você faz mais uma atividade que vai esquentar o celular. Isso pode causar uma explosão, seguramente. Sem falar que danifica a bateria. O ideal, quando está carregando o celular, é não mexer nele.

Caso seja necessário o uso do equipamento para a realização de ligações, deve-se desconectar o carregador do celular e retomar a carga da bateria apenas após o fim da chamada. Não há problema em responder rapidamente uma mensagem de texto, por exemplo. Porém, não é indicado o uso constante durante o carregamento.

Recomendo utilizar o carregador e cabos originais do aparelho, devido às diferentes configurações de voltagem e amperagem entre os modelos, que podem oscilar em equipamentos de marcar similar.

— Se eu tenho um aparelho celular e não estou com o meu carregador, é melhor carregar na USB do computador, que vai demorar mais, pois ele envia menos energia, mas é mais seguro.

O risco de utilizar itens malconservados, caso de baterias que estejam inchadas, com formato diferente do original, visto que elas carregam muitos componentes químicos que podem vazar e causar danos às pessoas.

Tempestades intensificam riscos

No que se refere aos aparelhos residenciais, em momentos de forte chuva, com incidência de raios e trovões, a ação ideal é o desligamento dos cabos telefônicos. De acordo com o docente, eles representam mais perigo do que os fios da rede elétrica, podendo afetar até mesmo modens desligados. Não é recomendado usar equipamentos eletrônicos ligados à tomada porque eles podem conduzir descargas elétricas durante a tormenta.

Perigos deixar o carregador na tomada

Quando o carregador está plugado na tomada, a saída da ponta do carregador dependendo da marca é de 2 a 5 VCC, mas a corrente em torno de 1 Ampere a  2.15 Amperes para carregadores turbo!

O principal perigo  não é a tensão e sim a corrente, embora não existe corrente se não tiver tensão, basta lembrar que o que mata é a corrente e não a tensão!

Caso um Adulto Criança ou animal de estimação morder o cabo do plug ou colocar o plug na boca  do carregador energizado, certamente virá a óbito!

Ao terminar de usar retire da tomada imediatamente!

É muito difícil dizer com precisão qual é a tensão que pode matar uma pessoa porque os efeitos do choque dependem muito mais da corrente e a corrente não depende apenas da tensão, mas também da resistência apresentada pela pessoa no momento do choque e essa resistência pode variar entre centenas de milhares de ohms nos pontos em que a pele é mais grosso e seca, até algumas centenas de ohms nos locais em que a pele seja fina ou esteja ferida e molhada.

Ao receber a descarga, a pessoa funciona como um condutor que conduz a corrente elétrica, isso ocorre pois nosso corpo é formado em grande parte por água, que é uma substância que apresenta baixa resistência elétrica sendo uma condutora de eletricidade. O sistema nervoso é capaz de sentir uma corrente maior que 1 mA, acima disso até 9 mA ocorrerá um processo ligeiramente doloroso. De 9 a 20 mA, além de sentir dor, o controle muscular será perdido em certas partes do corpo. Em partes é por isso que muitas pessoas não conseguem largar o condutor quando recebem uma descarga elétrica. Acima desses valores de corrente, os efeitos passam a ser mais severos, podendo causar a morte.

Uma corrente maior que 75 mA produz contração nos músculos pulmonares, provocando deficiência ou até a parada do sistema respiratório. Entre 75 mA e 100 mA a descarga elétrica começa causar danos no coração, e interferir no batimento, pois o coração também trabalha com mecanismo elétrico.

De um modo geral, pode-se dizer que uma corrente entre 100 mA e 200 mA é suficiente para causar a morte e que uma corrente de apenas 25 mA  já é suficiente para causar a paralisia de funções importantes.

Observação: 1A ou  1 Ampere equivale a 1000 mA ou 1000 mili Amperes

 

Curso Online