Clube do Técnico | O que é um Manômetro?

O que é um Manômetro?

O que é um Manômetro?

Aprenda tudo sobre os manometros, conceitos de pressão pra que ele serve?

 

Conceito de Pressão

É a relação entre uma força e a área plana sobre a qual essa força é uniformemente distribuída, sendo o plano da área perpendicular à direção da força. É definida pela fórmula:

 

Pressão = Força / Área

Unidades de medida de pressão

Sistema Métrico (kgf/cm2)

Sistema Inglês (PSI - Lb/pol2)

Sistema Internacional (N/m2)

Manômetro

O manômetro é um instrumento de medição de pressão para leituras locais, possuindo uma conexão com o sistema e um ponteiro (quando mecânico) ou display (quando eletrônico). Normalmente são dispositivos de baixo custo aplicados em sistemas de fluidos, líquidos e gases.

 

Tipos de construção:

 

Internamente os manômetros podem ser basicamente de 3 tipos:

 

 

 

• Tubo de Bourdon em “C” (indicado para baixa e alta pressões) de 0,5 a 2500 kgf/cm2

• Tubo de Bourdon em Espiral (indicado para aplicações de baixa pressão) Alta precisão

• Tubo em Helicoidal (indicado para aplicações de alta pressão) Robustez

 

Manômetro de Bourdon em “C”

 

É uma das soluções mais frequentemente utilizadas na indústria por ser de larga aplicação. A patente original deste medidor data de 1852, tendo sido registada por Eugene Bourdon.

 

 

 

 

 

 

 

Tipo de Aplicação

• Manômetros utilitários: Recomendo para aplicações de uso geral como: compressores de ar, gases e equipamentos pneumáticos.

 

• Manômetros industriais: Recomendados para a maioria dos equipamentos industriais, são de construção robusta, com mecanismo reforçado e recursos para ajuste.

 

• Manômetros herméticos ou com glicerina: Recomendados especialmente às instalações submetidas a vibrações ou pulsações da linha. São de construção robusta, com mecanismo reforçado e recursos para ajuste. Com a caixa estanque preenchida com líquido amortecedor (glicerina ou silicone).

 

• Manômetros de aço inoxidável: Recomendados para aplicações em indústrias petroquímicas, usinas, papel e celulose, alimentares, em produtos corrosivos e outras aplicações que exijam durabilidade, precisão e qualidade. São totalmente feitos de aço inoxidável e a caixa é estanque à prova de impurezas.

 

• Manômetros de baixa pressão: São manômetros capsulares de latão ou de aço inox, aplicados nos equipamentos de respiração artificial, ventilação e ar condicionado, teste de vazamentos, queimadores, secadores, etc. Não são recomendados para operação direta com líquidos, pois estes alteram seu funcionamento.

 

• Manômetros de teste: Destinados a aferição e calibração de outros manômetros.

 

• Manômetros sanitários: Recomendados para aplicações em indústria alimentícias, químicas e farmacêuticas.

 

• Manômetros para Freon: Recomendados especialmente para aplicação em indústria de refrigeração. Possuem mostradores com escala de equivalência em temperatura e pressão.

 

• Manômetros para amônia (NH3): Recomendados para aplicação direta com gás, são construídos totalmente em aço inoxidável e o mostrador possue uma escala de equivalência em temperatura e pressão.

 

• Manômetros de dupla ação: São manômetros construídos especialmente para indicar as pressões do sistema e a pressão de trabalho. Normalmente aplicados em sistema de freios pneumáticos de veículos. É composto de dois ponteiros coaxiais para indicar a pressão em cada sistema.

 

• Manômetros diferencial: É composto basicamente de um elemento elástico com 2 foles ou tubos de Bourdon em aço inoxidável, recebendo de um lado, a pressão alta, e do outro a pressão baixa. O deslocamento relativo do conjunto movimenta o mecanismo, assim o ponteiro indicará diretamente a diferença entre as pressões.

 

• Manômetros com contato elétrico: Recomendados para ligar, desligar, acionar alarmes ou manter a pressão dentro de uma faixa.

 

Manômetros com selo de diafragma: Recomendados para instalações cujo processo é corrosivo, altamente viscoso, altas temperaturas, material tóxico ou perigoso. São construídos com selo de diafragma para separar e proteger o instrumento de medição do processo.

 

• Manômetros com transmissão mecânica: Recomendado para trabalhar com substâncias pastosas, líquidas e gases, e nas temperaturas excessivas onde o fluído não entra em contato com o instrumento. As vantagens dos manômetros com transmissão mecânica em relação aos outros, incluem uma menor sensibilidade aos efeitos de choque e vibrações e os efeitos de temperaturas são reduzidos além de facilidade de manutenção.

 

• Manômetros digitais: Podem ser utilizados em sistemas de controle de processos, sistemas pneumáticos, sistemas hidráulicos, refrigeração, instrumentação, compressores, bombas, controle de vazão e medição de nível.

 

 

Conexões

NPT (National Pipe Thread) Padronização Americana

Rosca cônica utilizada para tubulações de fluidos, líquidos e gases em sistemas de pressões até 10 kgf/cm2. A vedação deve ser feita com fita de teflon ou pasta de vedação.

BSP (British Standart Port) Padronização Britânica

Rosca paralela utilizada para tubulações de fluidos, líquidos e gases em sistemas de baixa e alta pressão (recomendada para pressões acima de 10 kgf/cm2). A vedação deve ser feita com anel de vedação recomendado para a pressão aplicada.

 

Curso Online