Clube do Técnico | Lei de Ohm BEGIN JIVOSITE CODE {literal}

Lei de Ohm

Georg Simon Ohm, o pai da lei de Ohm.

Nascido na Bavária, Alemanha, em 16 de março de 1787, se dedicou ao estudo da Física desde cedo, se formou na Universidade de Erlangem onde se tornou professor mais tarde. Logo se revelou um hábil pesquisador, desenvolvendo experiências com instrumentos que ele mesmo fabricava e descobrindo as leis que regem a condução de energia elétrica, os materiais condutores, semicondutores e as resistências, e ainda relacionando potencial, resistência e corrente elétrica.

Experimentando diferentes espessuras e comprimentos de fios, descobriu relações matemáticas extremamente simples envolvendo essas dimensões e as grandezas elétricas. Inicialmente, verificou que a intensidade da corrente era diretamente proporcional à área da seção do fio e inversamente proporcional a seu comprimento. Essas relações fundamentais marcaram o começo da análise dos circuitos elétricos.

Embora estes estudos tenham sido uma colaboração importante na teoria dos circuitos elétricos e suas aplicações. Suas conclusões receberam críticas negativas, em parte porque ele tentou explicar esses fenômenos com base numa teoria sobre o fluxo de calor. Somente em 1841 seu trabalho sobre a resistência de condutores foi reconhecido efetivamente, que lhe valeu a medalha da Real Sociedade Britânica.

 

Lei de Ohm.

O resultado de suas pesquisas, publicado em 1827, comprovou matematicamente o fenômeno da polarização das pilhas e passou a medir a tensão das correntes elétricas por meio de um eletroscópio. Definindo que a tensão das correntes nas pilhas aumentava quando também aumentava o número de pares metálicos da mesma.

A partir daí Georg Simon Ohm formulou o enunciado: "A intensidade da corrente elétrica que percorre um condutor é diretamente proporcional à diferença de potencial e inversamente proporcional à resistência do circuito". Tal enunciado é até hoje conhecido como Lei de Ohm.

Portanto, o ohm é a unidade de medida da resistência elétrica, padronizada pelo Sistema Internacional de Unidades, e corresponde à relação entre a tensão de um volt e uma corrente de um ampere sobre um elemento, seja ele condutor ou isolante. Um condutor que tenha uma resistência elétrica de 1 ohm causará queda de tensão de 1 volt a cada 1 ampere de corrente que passar por ele.

 

Corrente elétrica.

Consiste em elétrons livres que fluem ao longo de um condutor elétrico que têm de passar por entre os átomos que o compõe, chocando-se constantemente com eles. Desse modo, o fluxo de elétrons é obstruído pela resistência que os átomos opõem à sua passagem.

Baixe o ebook de Eletrônica

Curso Online


ENDEREÇO


FORMAS DE PAGAMENTO


AFILIAÇÕES




FACEBOOK